Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Secções
Ferramentas Pessoais

Glockenwise + Cave Story + Savage Ohms

2019-01-25 22:00 23:30
5 euros

Os Glockenwise não nasceram ontem, nem hoje. A banda de Barcelos tem um novo disco entre mãos chamado “Plástico”. Um disco de mudança de paradigma e chegada à idade adulta. É desta forma que o trio barcelense dá o “Corpo” a um manifesto pela música portuguesa mais interessante, arrojada e contagiante que se fez este ano e nos preparam para abraçar um disco notável.

Para quem os conhece poderá ficar surpreendido com a nova abordagem que eles dão a este trabalho. As vozes são em português e a atitude de pegar nos instrumentos menos Punk mas muito sofisticados.

Ao vivo vão dar tudo, e para além das 9 canções que fazem do novo “Plástico” um dos melhores discos portugueses do ano, há ainda uma mão cheia de temas clássicos indispensáveis a qualquer concerto dos Glockenwise, que estão diferentes, melhores, mas não esqueceram o passado.

Os Glockenwise são Nuno Rodrigues (guitarra e voz), Rafael Ferreira (guitarra), Rui Fiúsa (baixo) e contam com a participação de Cláudio Tavares (bateria).

 

Cave Story

O quarteto das Caldas da Rainha voltam às edições com segundo longa duração ‘Punk Academics’. Ao longo do disco percorremos as lições do DIY, do punk, do hardcore. Aqui tornadas um objecto. Estudo de caso sobre a influência sem preconceito, da libertação física dos Black Flag, ludicidade dos Minutemen, ou a contemplação que nunca se perde de vista dos Television. Our Band Could be Your Life, Your Band Sucks, Perfect Youth, I Dreamed I Was a Very Clean Tramp, tudo isto manuais que se podem requisitar na biblioteca desta academia.

Os Cave Story são Gonçalo Formiga (Guitarra/Voz), Pedro Zina (Baixo), Ricardo Mendes (Bateria) e José Sousa (Teclado).

 

Savage Ohms

As Savage Ohms são, como se intitulam “quatro ninfas, quatro ventos, improviso nos tempos.” (Joana Figueiroa, 2018). Ainda um pouco desconhecidas, elas trazem o drone, o caos, o as frequências longas e distorcidas de complexos.  São apadrinhadas pela Spring Toast Records, uma editora de Lisboa que conta com nomes como Filipe Sambado e Vaiapraia.

As quatro ninfas são: Violeta Azevedo (teclados), Joana Figueiroa (guitarra), Bia Diniz (baixo) e Teresa Castro (bateria).


41.53192896545127,-8.621091842651367