Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Secções
Ferramentas Pessoais

“ENTERRO DA LOBA”, UM ROMANCE DE GASPAR CUNHA SOBRE AS PRAXES ...

2018-11-16 21:30 2018-11-21 23:55
Entrada Livre

“Enterro da Loba”, um romance de António Gaspar Cunha sobre as praxes académicas vai ser lançado, na Biblioteca Municipal de Barcelos, no dia 16 de Novembro, sexta-feira, pelas 21h30. O autor e a obra serão apresentados por José Moreira da Silva. Trata-se de um livro de ficção, editado pela Editorial Novembro, que conta a história de uma aluna universitária, a Ana, convicta que certos “tipos” de praxe são desvios ausentes de humanidade. A Ana não é contra as praxes, é contra a falta de humanidade e a violação dos direitos humanos que se perpetuam nesses rituais que não se limitam às portas das “organizações” que as criaram e fazem prolíferar. A Ana não entende a razão da inacção das instituições e dos seus responsáveis, apesar das mortes. São estas dialécticas, entre a ética e a moral e as razões invocadas para que “estas” praxes continuem a ser realizadas, que o romance explora profundamente através da movimentação das personagens nos “submundos” que rodeiam o espaço Universitário. A Ana não é contra as praxes, é a favor da vida e da liberdade.

Este é o seu segundo romance, depois de ter publicado: “O menino de África e outros contos”, contos, Alfarroba, 2017, “A Fronteira do Amor”, romance, edição de autor, 2016, “Tormentosa Serenidade”, poesia, Versbrava, 2015, “Amo a Ideia de Ti”, poesia, edição de autor (com o pseudónimo de João Raphaël), 2014; e “O Triunfo dos Cucos & Outros Contos”, contos, edição de autor, 2014.

António Gaspar Cunha nasceu em Barcelos em 1964, tendo-se licenciado na Escola de Engenharia da Universidade do Minho em 1991. Desde então é docente do Departamento de Engenharia de Polímeros dessa mesma Universidade, onde fez o Doutoramento em 2000 e as provas de agregação em 2014.

Começou por escrever poesia dando expansão ao saber e, sobretudo, ao viver acumulados durante os seus 50 anos de vida. Escrever, é para si, não só uma emancipação, mas também uma expressão do seu cogitar sobre o mundo actual, fazendo-o através de uma “tormentosa serenidade”, expressa quer na sua escrita poética quer na narrativa.

No âmbito do seu trabalho científico/técnico foi editor de 4 livros, autor e/ou co-autor de cerca de 17 capítulos de livro, de cerca de 40 artigos científicos com revisão pelos pares e de mais de 100 artigos publicados em conferências internacionais.


41.5304626033841,-8.62002990663143

MÚSICA NO SALÃO 2018

2018-01-07 21:30

Valorizando o património musical, a Câmara Municipal de Barcelos promove um ciclo de concertos no Salão Nobre dos Paços do Concelho, intitulado ...